Inteligência Artificial para Negócios - Você estudou para uma profissão. Mas será que sua profissão tem futuro? por Fabiano Castello

Artigos

12 Janeiro, 2021

Antes de mais nada, desejo a todos um 2021 com saúde e sucesso. Não está difícil este ano ser melhor que o último, mas vamos torcer para que a gente vença este vírus de uma vez!
Na última coluna de 2020 reproduzi um texto do Canal Meio falando sobre renda mínima como uma solução inevitável para o futuro, podemos dizer, da humanidade. Hoje quero escrever sobre como a tecnologia está mudando o mercado de trabalho, e, principalmente, como você pode se proteger.
Há alguns anos fiquei sabendo de um site,  "Will Robots Take My Job?" ? Fiz uma tentativa com o termo que foi a minha profissão por mais de 25 anos: auditoria. Chance de 94% de ser substituída por robôs. Foi um certo alívio quando vi que professores tem apenas 1% de chance de serem substituídos por robôs.
A grande pergunta que fica no ar é simples: o que determina se uma profissão tende a acabar ou tende a se perpetuar? Essa é a pergunta que me proponho a responder.
Anthony Goldbloom, fundador do site kaggle.com, propôs na minha opinião a melhor forma de responder esta questão num TED TALKS de 2016 ( aqui no link ). Ele dá dois exemplos que venho usando há anos em aulas e palestras.
O primeiro é sobre retinopatia diabética, uma doença cujo diagnóstico é feito com base no exame da imagem de fundo de olho por um oftalmologista, e como um algoritmo criado numa competição consegue diagnosticar a doença em segundos e com alta precisão. No segundo exemplo ele conta a história de Percy Spencer, físico que trabalhou na empresa bélica norte-americana Raytheon.
Nos anos 1960, Percy Spencer trabalhava com radares e um certo dia percebeu que, ligando o radar, uma barra de chocolate no seu bolso derreteu. Como bom cientista, ele estudou o fenômeno e descobriu que o magnetron, uma peça central do radar em que ele estava trabalhando, emitia ondas que agitavam moléculas de água do seu chocolate. Com a agitação moléculas batiam umas nas outras, o que gerava atrito, o que gerava calor e, portanto, derretia o chocolate. Esse é o princípio básico do forno de micro-ondas e Spencer é considerado o seu inventor.
A diferença nos dois exemplos é a CRIATIVIDADE.


Por mais que se propaguem os avanços da inteligência artificial, ainda estamos na fase do que chamamos de "narrow AI", ou inteligência artificial "estreita", no sentido de que usamos AI com objetivos muito específicos (como por exemplo analisar uma imagem e fazer um diagnóstico). Ainda estamos longe - na verdade bem longe - de termos a situação famosa dos filmes de ficção científica onde os robôs subjugam os humanos. No exemplo de Percy Spencer, ele soube fazer a conexão analisando um fenômeno, e a partir disso criar uma coisa totalmente nova. Robôs não sabem fazer isso.

Como saber se sua profissão vai ser substituída por um robô? É fácil responder. Quanto é que a sua profissão depende de criatividade? Quanto do seu trabalho é mecânico, repetitivo e com decisões realizadas com base em critérios claros? Essa é a reflexão que eu proponho que você faça.

Acredito que existe uma possibilidade enorme e para todos no mundo da inteligência artificial. O que está acontecendo hoje é que a chamada "parte nerd", ou seja, que envolve computação, matemática e estatística, é a parte de IA que pode ser automatizada. O que robôs não fazem é identificar um problema e fazer o design de uma solução usando IA, porque isso envolve criatividade e saber fazer conexões.

Eu outras palavras, sabendo o que é IA, que tipo de problemas ela resolve, e os principais casos de utilização, você pode inserir IA no dia a dia de seus negócios, e usar IA como mais uma ferramenta poderosa para resolver problemas. Esta é, inclusive, a proposta do curso Inteligência Artificial para Negócios da Inova Online, unidade de cursos online da Inova Business School.

IA, no entanto, não é a única forma de você buscar diferenciação. Tecnologia, de uma forma geral, vem substituindo empregos, mas não todos. Você pode pensar numa nova profissão ou, ainda, como usar tecnologia para mudar a sua. Seja a pessoa que vai criar os algoritmos que vão substituir as pessoas que não quiseram se envolver com a mudança dos tempos!


* * *


O blog "Inteligência Artificial para Negócios" da Inova Business School é uma iniciativa de levar assuntos técnicos relacionados à novas tecnologias para a maioria das pessoas. Os assuntos em geral estão relacionados a big data, inteligência artificial, transformação digital, ciência de dados e DataViz. Você encontra mais informações, bem como o histórico de todas os posts, em www.fabianocastello.com.br. Para entrar em contato use o email [email protected] ou acesse o qr-code abaixo.